Natural de Montes Claros, o mineiro Vitor Dourado viu sua vida mudar radicalmente aos 16 anos, quando sofreu um grave acidente automobilístico voltando de uma festa de carona com um desconhecido: a colisão do carro com um poste, resultou em amputação de nível transtibial bilateral

vitor-dourado3

Hoje aos 22 anos e profissional de sucesso, Vitor fala do acidente sem muitos problemas, porém, não deixa de relembrar que sua jornada foi longa e cheia de reviravoltas. Representante do mês de Maio do Movimento SuperAção da Conforpés, um hábito que nunca deixou de lado, foi a dedicação. Assim que voltou para a escola após a recuperação, Dourado foi incentivado por sua professora de educação física, Sandra, a voltar a praticar esportes. Por questões de saúde, optou pela natação.

O que ele não esperava é que a real transformação em sua vida viesse do esporte, e não no acidente automobilístico, como a maioria das pessoas costumam pensar. Em 2012 e 2013, foi atleta paralímpico de natação, vôlei adaptado e jiu jitsu. Após ser campeão brasileiro paralímpico de vôlei na categoria mista em 2013, foi convidado por uma marca de suplementos para participar do Arnold Classic 2016, uma competição de fisiculturismo anual do qual também foi campeão.  

Enquanto trilhava um caminho de sucesso no mundo dos esportes, a Conforpés apareceu na vida de Vitor através do Thiago, um dos responsáveis pelo e-commerce da empresa. “O uso das próteses é inevitável, não é escolha. Um dos maiores sonhos de muitos amputadores é ter próteses boas e de qualidade”, diz.

dourado-ex-atleta-treinando-para-arnold-classicAté hoje, Dourado conta com muito carinho quando recorda a primeira vez que esteve na sede da empresa em Sorocaba. “Quando cheguei na Conforpés e vi todas aquelas pessoas, talvez em condições piores do que as minhas, mas com uma qualidade de vida legal, foi reacendida a chama que mostrava ser possível voltar a ter uma vida considerada ‘normal'”, relata.

“Até então, já tinha gastado muito dinheiro e quebrado a cabeça com outras ortopedias, mas foi a Conforpés que me estendeu a mão. Foi um dia muito mágico e marcante pra mim”, relembra.

Atualmente, Vitor Dourado trocou a vida de atleta pela de empresário e com muita garra e determinação segue percorrendo o mesmo caminho de sucesso, mas agora fora das competições. “Hoje sou empresário e tenho minhas atividades. Não faço mais esportes de alto rendimento, faço por lazer”.

Apesar de ter uma vida confortável e tranquila, as dores hora ou outra aparecem, mas é com muita maturidade que encara a situação: “não considero minha reabilitação 100%, porque acho que a reabilitação nunca será 100%, mas dei um passo grande agora, mudei para São Paulo para ficar mais perto da Conforpés e ter um contato maior com a equipe e melhorar ainda mais minha qualidade de vida”.

Vitor-Dourado-Treinando

Com um grande sorriso no rosto, a mensagem que Dourado deixa, após superar os desafios psicológicos pós amputação e se tornar um verdadeiro campeão é: “A gente tem que procurar ser antes de ter. O amputado muitas vezes se coloca numa posição inferior à sociedade, por questões físicas, mas muitas vezes quem enfrenta uma situação dessas é diferente dos outros. Vamos usar essa raridade para levar uma mensagem de alegria e inspiração para alguém. Tudo o que me tornei hoje, foi graças ao acidente. Mas antes disso tudo, aprendi a ser antes de ter”.

Se você gostou desta incrível história de vida, siga as nossas páginas nas redes sociais para acompanhar as nossas atualizações e conhecer mais casos de superação como este! Estamos no Facebook e no Instagram!

Quer ficar por dentro das nossas Novidades?

CLIQUE AQUI