As Prótese Biônicas são dispositivos de última geração que através de sensores superficialmente conectados ao músculo do paciente, captam pulsos elétricos que possibilitam maior mobilidade e autonomia para amputados de membro superior.

Sonho de consumo de muitas pessoas e considerado um dos sistemas protésicos mais realistas do mundo, a prótese biônica ajuda a restabelecer de forma natural o movimento fisiológico no membro amputado.

Alguns componentes mais atuais podem ser controlados de maneira intuitiva, como as mãos, cotovelos, joelhos e pé biônicos que permitem maior liberdade de movimento, aumentando as chances do amputado viver experiências até então inimagináveis, como passar uma linha numa agulha, por exemplo.

O principal objetivo das próteses biônicas não é apenas restaurar a funcionalidade dos membros perdidos, mas criar um reconexão com o mundo.

DIFERENÇAS ENTRE PRÓTESE MECÂNICA E PRÓTESE BIÔNICA

Os dois tipos de próteses substituem os membros amputados e reestruturam o equilíbrio do paciente, entretanto, apresentam diferenças significativas que podem influenciar no tempo de adaptação às próteses ortopédicas.

Enquanto a prótese mecânica propicia movimentos restritos e comuns, como abrir ou fechar a mão em formato de pinça, a prótese biônica consegue reproduzir com facilidade os movimentos fisiológicos, como desenhar, por exemplo.

Outra diferença é em relação ao encaixe dessas próteses.

Já para encaixar as próteses mecânicas, é feito um molde de gesso do tamanho exato do coto do paciente para posterior encaixe com um liner de silicone evitando o atrito direto com a pele.

TIPOS DE PRÓTESES BIÔNICAS

Mão Biônica – BeBionic

mao-bionica
Mão Biônica – BeBionic

A BeBionic é um dos tipos de mão biônica que, além de ser configurada via bluetooth, também permite que o amputado realize atividades cotidianas sem depender da ajuda de ninguém.

Pois possui várias modalidades de pinças específicas que melhor se adaptam a algumas atividades do dia-a-dia, como por exemplo, segurar uma chave, controlar um mouse ou até mesmo uma furadeira.

Cotovelo Biônico

Controlada por sinais do elétricos do músculo, a DynamicArm é acionada por um motor elétrico, que transmite sinais para o músculos do braço, que auxiliam a mexer a mão biônica também.

PRÓTESES BIÔNICAS PARA MEMBRO INFERIOR

Projetado para os níveis de amputação transtibial, transfemoral, desarticulação de joelho ou quadril, os componentes possuem sensores que captam informações do meio e são capazes de facilitar atividades diárias. Por exemplo, um amputado transfemoral pode descer uma escada ou uma rampa, até mesmo sentar em uma poltrona.

O dispositivo é capaz de interceptar uma atividade específica e se ajustar, a fim de facilitar e proporcionar maior segurança para o usuário.

Genium X3
Genium X3

Em alguns casos, quando a prótese biônica é a prova d’água e o amputado quer andar em um local com o nível da água acima da cintura, o componente necessita interpretar que está realizando uma marcha submersa na água e alterar sua resistência, para conseguir realizar tais movimentos, já que a força que o ar exerce sobre um corpo é diferente dentro d’água.

O que você achou deste artigo sobre prótese biônicas? Gostou? Então compartilhe em suas redes sociais para seus amigos também dominarem este assunto!

E continue nos seguindo no Instagram e Facebook para acompanhar nossas atualizações!