O joelho é a maior articulação do corpo, além de ser responsável pela sustentação de aproximadamente 70% de toda nossa massa corporal. Com tamanha responsabilidade, é comum que essa região fique exposta à possíveis lesões, doenças e até mesmo amputações.

desarticulação-de-joelho-exemplo-prótese
Exemplos de próteses ortopédicas para desarticulação de quadril.

Os ossos dos nossos membros inferiores são os grandes responsáveis pela nossa sustentação, equilíbrio e locomoção, por isso, sempre que nossas pernas ou dedos do pé são atingidos, seja por eventos traumáticos, acidentes de trabalho ou complicações de doenças, como o pé diabético decorrente da diabetes, o nível de amputação escolhido pelos profissionais responsáveis deve ter como objetivo principal a reabilitação do paciente.

Quando o paratleta Talisson Glock foi atropelado por um trem aos 9 anos de idade, os médicos cuidadosamente decidiram realizar a operação de desarticulação de joelho por apresentar vantagens em relação à amputação transfemoral, como: 

  • Facilidade para colocação e remoção de próteses ortopédicas
  • Melhor suspensão protésica
  • Menor gasto energético durante a marcha
  • Maior força muscular e equilíbrio na posição sentada
  • Superfície de apoio arredondada, suportando mais impacto
  • Maior alavanca, aumentando a potência do movimento
  • Maior força e torque muscular, pois preserva a função de quantidade maior do músculo

A cirurgia de desarticulação de joelho consiste na retirada total dos ossos da perna, a tíbia e fíbula, da patela ou rótula, preservando o fêmur, o osso da coxa, e propicia uma recuperação pós-operatória mais tranquila em relação a outros procedimentos, como desarticulação de quadril, amputação transtibial ou de membros superiores, pois poucos músculos e ossos são seccionados.

Maraísa_Proença5_prótese_desarticulação_joelho
Maraísa Proença e sua prótese ortopédica para desarticulação de joelho.

Não podemos esquecer que as amputações implicam em mudanças físicas, mas principalmente psicológicas. O apoio familiar, a fisioterapia e o acompanhamento psicoterápico, bem como outros fatores que influenciam no tempo de adaptação as próteses, são determinantes para guiar o amputado até a plena reabilitação na nova rotina.

E uma das principais fases da adaptação, após superar os desafios psicológicos pós amputação, é a utilização de próteses ortopédicas, que graças aos avanços tecnológicos estão cada vez mais versáteis e funcionais.

Os componentes das próteses para desarticulação de joelho são:

  • Adaptadores e elementos de conexão para encaixe
  • Pé protético
  • Articulação de joelho
  • Opcional revestimento estético

Para conseguir escolher os melhores componentes protésicos, é importante que o amputado esteja inteirado com as especificações dos encaixes de MMII (membros inferiores), comparativos entre joelhos e funcionamento de próteses com regulagem de salto, a fim de conseguir estabelecer qual a melhor maneira para adquirir uma prótese do zero e qual consegue atender suas necessidades.

Camille_Rodrigues_e_prótese
Camille Rogrigues mostrando sua prótese.

Acima de tudo, não se esqueça de procurar um profissional qualificado e especializado para poder realizar uma avaliação criteriosa e poder prescrever a prótese que se enquadre em seu perfil.

Quer ficar por dentro das nossas Novidades?
CLIQUE AQUI